Internet: o crescimento dos acessos nos lares brasileiros

porLouise Andrade

Internet: o crescimento dos acessos nos lares brasileiros

 

Criada pela CETIC, a TIC Domicílios, tem como objetivo identificar o acesso a internet e uso das tecnologias de informação no Brasil.

A pesquisa nacional é feita através de entrevistas domiciliares com questionários via tablets direcionada a maiores de 10 anos.

Os resultados de 2017 apresentaram, nas regiões urbanas, crescimento de 65% de acesso à internet (38,8 milhões de lares). Já a totalidade de conexões nas residências é de 61%, o equivalente a 42,1 milhões de lares conectados.


Ainda com as desigualdades por classe socioeconômica e áreas urbanas e rurais o acesso à Internet faz-se presente em 34% das residências da área rural (era 26%, em 2016), 30% dos domicílios de classe D/E (aumento de 7% comparando a 2016) e nas classes A e B, as proporções são de 99% e 93%.

O estudo aponta que o preço da internet continua sendo o principal motivo mencionado para a ausência de conexão nos domicílios: 27% dos entrevistados afirmaram que o serviço é caro. De acordo com Alexandre Barbosa, gerente do cetic.br“O dado revela ser cada vez mais essencial o investimento em infraestrutura e em políticas públicas que possibilitem que todos os brasileiros possam ter acesso à Internet em suas casas, sem distinção de classe social ou região geográfica.”


A TIC Domicílios 2017 registrou também maior estabilidade em relação ao ano anterior, seja por residência conectada por banda larga fixa (64%) ou móvel 3G ou 4G (25%). E o maior acesso à Internet continua sendo o móvel mais utilizado por domicílios de classes D/E (48%).

Pela primeira vez, a pesquisa obteve o resultado de que o acesso via celular (49%) superou os de quem utiliza celular e computador (47% ).

Para saber mais, acesse as páginas deles:

http://www.cetic.br/

http://www.nic.br/

http://www.cgi.br/

 

Sobre o Autor

Louise Andrade administrator

Estudante de Marketing Digital e Data Science na FIAP.

Deixe uma resposta